12
Mar
07

O vazio criativo.

    Já à dias
que me repito, escrevo algo para depois apagar, sinceramente tenho tentado
encontrar temas sobre os quais falar, mas nada me ocorre, ou se ocorre, é
simplesmente demasiado forte para ser escrito e colocado na Internet.
    Há muito
dentro de mim que gostaria de colocar cá para fora, a minha fúria em relação a
certas coisas é apenas uma delas, mas de serve manifestar a minha profunda fúria
em relação a certas pessoas, de que serve gastar uma letra para falar delas…
simplesmente de nada.
    Sou o
resultado de uma educação, de um ambiente e deste mundo, infelizmente de acordo
com os padrões de avaliação da generalidade da população eu sou um pouco, digamos
fora das regras, mas quem não seria se tivesse passado por tudo que passei.
    Um dia
chegará que as contas serão acertadas, em que irei cobrar o que me fizerem,
quando isso acontecer, será bom que fujam e que não olhem para trás, porque se
o fizerem, apenas verão a imagem da minha fúria vingativa.
    Porquê a
vingança?
    Simplesmente
porque há quem me deva a normalidade existencial e que tenha feito tudo para que
eu tivesse ficado como sou, um caminhante deste mundo acompanhado por um lado
negro, sou uma dualidade existencial, por um lado, sorrio para o mundo, do
outro, tenho um desejo destrutivo indescritível em relação a certas coisas.
    Cá se faz,
cá se irá pagar…


0 Responses to “O vazio criativo.”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: