26
Set
06

O mar da infinidade.

    Incontáveis, são essas as possibilidades do destino que se
apresenta diante de nós todos os dias. Um segundo, uma palavra ou gesto é
suficiente para fazer a diferença no caminho que o destino irá tomar.
    É fácil
dizer que esta coisa do destino é treta, que não existe. A verdade é que o
destino existe, conhecemos apenas é uma parte, o passado. O futuro, esse é a
grande incógnita a qual não queremos admitir que escape ao nosso controlo.
    Se o
universo fosse constituído apenas pela nossa consciência individual, então aí seríamos
senhores do destino. No entanto, no mundo em que vivemos há mais para além da
nossa consciência, existe destinos sobres os quais não temos controlo e que nos
fogem ao conhecimento, essas são as variáveis da equação que é a vida. O que não
sabemos ou não se consegue ver.
    Irónico seria ver todos os destinos possíveis
a partir de um certo ponto e nada poder fazer, ter de sujeitar a observar o
desenrolar da vida e do destino afinal de contas.


0 Responses to “O mar da infinidade.”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: